Qual o melhor software odontológico?

Qual o melhor software odontológico?

Qual o melhor software odontológico?

Nos dias atuais é impensável gerenciar qualquer tipo de empreendimento sem ajuda da tecnologia. Mesmo que você pense que não utiliza nenhum recurso digital pode ter certeza de que está esquecendo de algo. Se você tem uma página no Facebook ou recebe ligações de clientes via WhatsApp já está se beneficiando de softwares, e o que é mais interessante, provavelmente os aplicativos ou softwares que você utiliza funcionam na nuvem, ou seja, são acessados e não instalados.
Mas a gestão de uma clínica odontológica requer recursos que vão mais além de aplicativos como Facebook e WhatsApp, note que não estou depreciando o uso destas ferramentas, ao contrário, porém elas devem ser utilizadas como complemento de um software feito exclusivamente para sua clínica odontológica e aí é que chegamos ao ponto de dizer que neste artigo não vamos falar que o software odontológico X é melhor que o Y ou que o software odontológico Z é péssimo e o A é ótimo, mesmo por que seria injusto de minha parte tendo em vista que representamos o Dental SIGO. A ideia é tentar entender qual é o melhor tipo de software odontológico para diferentes tipos de clínicas, debater que características são necessárias para cada caso.

Tipos de Software

Todos sabem o que é um software, não vamos perder tempo explicando isso, porém há diferentes tipos de software mesmo entre aqueles que atendem ou se propõem a atender o mesmo nicho de mercado e isso sim vale apena explicar.

“Só para descontrair saiba que:
A diferença entre software e hardware é a seguinte: software é aquilo que você xinga e hardware aquilo que você chuta.”

Antigamente quando a internet era muito lenta os softwares Desktop reinavam, mas isso é passado e hoje reina a nuvem. Vamos descobrir as diferenças entre esses dois tipos de software.

Desktop

Software desktop é aquele software odontológico que precisa ser instalado em uma máquina chamada servidor dentro da clínica odontológica e geralmente outras máquinas precisam ser conectadas a ele por meio de uma rede interna para que o software funcione em todas elas.

Qual o resultado do uso de software odontológico desktop?

Bem temos várias possibilidades, porém aqui veremos somente os problemas.

1 Quebra – Equipamentos eletrônicos e entre eles os computadores estragam. Então você me dirá “eu posso arrumar meu computador e pronto”, porém pense no seguinte: o tempo em que seu computador estiver na assistência técnica, você ficará sem seu software odontológico, mas não é só isso. Dentro do computador existe uma peça chamada HD (Disco Rígido) que é onde seu software está instalado. Pois bem, a peça estragada pode ser justamente o HD ou pode ser que para consertar seu computador o técnico tenha que formatar (zerar) seu HD. Pense no problema. Se você tiver que formatar o HD é necessário que o técnico faça um backup dos seus dados e depois é necessário reinstalar o software odontológico e utilizar o backup gerado para recuperar os dados dos seus pacientes e de toda a sua clínica. Isso não é algo que se faça em minutos e sempre existe o risco da perda de todos os dados da sua clínica odontológica. Às vezes, dependendo do software odontológico, você terá que chamar o suporte técnico do software para recuperar seus dados e isso também tem custo, ou seja, além de todo o custo financeiro, você passará por um bom período de stress até resolver a situação. Mas há um problema maior, eu digo maior porque dificilmente terá solução, estou falando da quebra do HD. Se você não tiver backups diários perderá todos os seus dados. Geralmente pessoas que utilizam esse tipo de software odontológico precisam ter algum funcionário somente para manter o software funcionando e os backups em dia.
Complicado e caro.
Mais a frente falaremos a respeito dos valores que podem enganar quem adquire o software odontológico desktop.

2 Roubo – Já pensou se seu equipamento for furtado? Nem preciso dizer pois imagino que você deve estar pensando: Se roubam meu computador junto com ele se vão todos os dados da minha clínica odontológica.

3 Custos – Geralmente, este tipo de software não é barato e além disso há custo para atualizações e se você necessitar de suporte também há custo, pois, os programadores terão que se dirigir até sua clínica odontológica para fazer o trabalho. Há casos que o suporte pode ser dado remotamente, mas depende que você instale um outro software no servidor que dê acesso externo a outra pessoa para que essa pessoa altere o seu software a distância, mas isso depende de você também, pois você terá que instalar esse programa e uma vez instalado executá-lo e passar um código de acesso ao técnico via telefone e isso tomará seu tempo.

4 Atualizações – Já falamos que as atualizações geralmente são cobradas, mas elas acarretam outro custo. Conforme seu software vai sendo atualizado, ele vai ficar mais pesado o que fatalmente obriga um upgrade de seu computador para não ficar muito lento. E aí vem toda a trabalheira de novo, pois além de gastar com uma máquina nova, você terá que instalar o software odontológico nessa máquina e transferir os dados da máquina antiga para a nova.

Software em Nuvem

Agora vamos falar de outro tipo de software. O software em nuvem.

Software em nuvem é aquele software que você não instala na sua máquina, você acessa o software de qualquer máquina que tenha acesso a internet e rode um navegador como o Chrome, isso inclui seu Tablet e seu Celular. Facebook e WhatsApp são exemplos de softwares em nuvem.

Existe uma modalidade de softwares em nuvem muito utilizada, e com certeza você encontrará muitos destes softwares, que são denominados SAAS (software as a service) ou Software como um serviço.

Nesse tipo de software você paga uma pequena mensalidade e o utiliza, ou seja, você não o compra, apenas usa seu serviço e paga pelo que usou, daí o nome SAAS. Este software e seus dados estão armazenados na internet, em servidores potentes alojados em empresas muito seguras e preparadas para proteger os dados do software como se fossem dinheiro em um banco, além disso, seus dados não são armazenados em um único servidor, isso quer dizer que se houver algum problema com um destes servidores, imediatamente outro servidor “espelho” assume o controle. Dropbox e Netflix são softwares em nuvem consumidos em forma de serviço (SAAS).

Então vamos a comparação

1 Quebra – Há basicamente 2 máquinas (incluindo celulares e Tablets) que rodam o software odontológico em nuvem e podem quebrar, são o servidor ou seu equipamento. Pois bem, se seu equipamento quebrar, basta você acessar o software de outro equipamento. Simples assim nada muda, pois, o software odontológico não está no seu computador ou celular. Mas e o servidor? Há uma estratégia de espelhamento entre servidores em nuvem, como isso funciona? Vou tentar simplificar o máximo possível: O software roda ao mesmo tempo em 2,3,4 ou mais servidores e essa rede instantaneamente detecta quando um deles cai (cair quer dizer falhar, seja por quebra de hardware seja por travamento de software) e um dos outros entra em ação como dito anteriormente instantaneamente de maneira que você nem notará que houve um problema.

2 Roubo – Os servidores não estão no mesmo local. Podemos utilizar servidores em São Paulo e espelha-los nos EUA, além disso existe muita segurança nestes locais, isso quer dizer que mesmo sendo muito difícil, se alguém roubar um servidor, da mesma maneira que dito anteriormente, outro entra em atuação no lugar deste que foi furtado. Em relação ao roubo de seu computador ou celular, para o software odontológico e seus dados nada mudará pois não residem aí.

3 Custo – Os softwares em nuvem no formato SAAS cobram uma mensalidade em geral muito barata em relação aos softwares desktop, mesmo que você pense que no software desktop a cobrança seja única, se você somar os custos com equipamentos e upgrades ou eventuais manutenções e diluir esse valor nas mensalidades do SAAS você perceberá que é muito mais suave pagar pequenas parcelas obtendo os mesmos benefícios e podendo suspender a qualquer momento, do que pagar um valor alto de uma só vez. No software em nuvem o valor cobrado inclui além do uso do próprio software, um departamento de suporte. Sempre que você precisar de algo relacionado ao software, seja uma dúvida ou mesmo um problema, as vezes até alguma característica nova que você necessite e deseje que seja incorporada, pode ser chamado o suporte que deverá resolver o problema. Como o software em nuvem roda em servidores que a empresa dona deste software tem acesso, o erro que aparecer para você aparecerá para todos os usuários e pode ser consertado em minutos pela equipe de suporte do software que você utiliza.

4 Atualizações – Já falamos um pouco disso acima. Se existem 1000 usuários de um software odontológico SAAS, todos utilizam o mesmo software e como este software está na nuvem, basta que a equipe de desenvolvedores do software faça uma atualização para que todos os 1000 usuários se beneficiem dela no mesmo instante em que é lançada pois, lembre-se, tudo é feito nos servidores e não no seu computador.

Mas aí você poderia dizer e se eu ficar sem internet?

Hoje em dia já temos internet 4.5G com velocidade suficiente para ver filmes em HD e isso é bastante, pode ter certeza.
Com um celular acessando internet, basta que você faça o roteamento deste celular (na internet há muitos tutoriais de como fazê-lo. É bem simples) que se transformará em um modem WiFi cedendo internet para qualquer computador que se conectar a ele, dessa maneira você continua utilizando seu software odontológico em nuvem normalmente e quando a internet pelo telefone fixo voltar você desconecta o celular e conecta na rede fixa.

“Há muitos softwares Desktop que dependem da internet também. Não esqueça disso.”

Mas temos que responder à pergunta que gerou este artigo.

Qual o melhor software odontológico

O melhor software odontológico é aquele que atende as suas necessidades e tem o melhor custo benefício.
O software mais barato que não atende as necessidades de sua clínica odontológica ou que não tem um bom suporte sairá caro pois você está colocando dinheiro fora.
O Software mais caro que tem milhares de funções e configurações, caso você não necessite, também não serve pois além de caro causará confusão em quem o utiliza.

Por isso é importante que você conheça os tipos de softwares existentes (Desktop e Nuvem), depois é importante experimentar o software antes de comprá-lo e por fim não tirar conclusões precipitadas a respeito deste software. Entre em contato com o suporte e faça perguntas para realmente entender como este software funciona e descobrir se ele serve ou não para você, pois muitas vezes as pessoas tentam utilizar o software sem conhecê-lo, sem assistir um vídeo tutorial ou perguntar ao suporte como funciona e se frustra descartando um software que poderia ser perfeito para sua clínica odontológica. Esse esforço vale a pena pois uma vez escolhido o software ele será utilizado por anos e definitivamente influenciará em na receita de sua clínica odontológica.

Cuidado com Softwares Gratuitos

Lembra do ditado que diz: O barato sai caro? Primeiro, você trabalharia de graça? E por que acha que os outros o fariam? Quando você utiliza um software deposita nele toda a vida de sua clínica odontológica. Se esse software for gratuito e simplesmente parar de funcionar da noite para o dia, a quem você recorrerá para restaurar os dados de sua clínica? Há muitos outros problemas quando não se tem a quem recorrer para nada, mas vou deixar que você imagine.

Por fim, a resposta para a pergunta original é simples, pesquise, experimente analise e só então decida, mas não esqueça de ser criterioso e de não se precipitar pensando sempre no custo benefício.

software odontológico

DENTAL SIGO
SUA CLÍNICA NA NUVEM.

EXPERIMENTE
2018-05-23T17:07:44+00:00

Deixe um comentário

WhatsApp chat WhatsApp